Globedia.com

×
×

Error de autenticación

Ha habido un problema a la hora de conectarse a la red social. Por favor intentalo de nuevo

Si el problema persiste, nos lo puedes decir AQUÍ

×
cross

Suscribete para recibir las noticias más relevantes

×
Recibir alertas

¿Quieres recibir una notificación por email cada vez que Lucas Monteiro escriba una noticia?

Os efeitos da pandemia no trabalho informal dos motoristas de aplicativo

7
- +
24/09/2020 15:14 0 Comentarios Lectura: ( palabras)

Um resumo do quão desastroso tem sido os efeitos da pandemia do COVID-19 sobre os resultados financeiros dos milhares de motoristas de aplicativos

Muito tempo antes da pandemia a situação financeira e condição de trabalho dos milhares de motoristas de aplicativos já era preocupante. Com um número que só crescia a cada dia, em algum momento começaria a sobrar motoristas, especialmente nos momentos de baixa demanda de passageiros. E não demorou muito para isso acontecer.

Nos últimos 3 anos os motoristas mais se queixaram de seus trabalhos nas ruas do que disseram coisas boas a respeito. Mas, isso é porque eles nem imaginavam o que aconteceria em 2020. Aliás, praticamente toda a humanidade não esperava por isso. Então, bastou um vírus intitulado COVID-19 surgir e a situação dos motoristas simplesmente se tornou um terrível pesadê-lo.

Hoje, quase 8 meses após o início da pandemia, a situação tem melhorado um pouco, mas está muito longe de ser a ideal. Mesmo após tantos meses, os ganhos da grande maioria desses motoristas continua em uma queda de 70% e, infelizmente, não há previsão de melhoras, principalmente porque ainda não temos uma vacina que coloque um fim e/ou que retarde a disseminação desse vírus.

Na página Uber Telefone de um site chamado Motorista Elite, nós encontramos milhares de comentários e desabafos de motoristas extremamente preocupados quanto ao dia de amanhã, porque agora estão praticamente a beira da falência devido a escassez de passageiros, pois embora muitas cidades tenham flexibilizado suas quarentenas, a maioria dos clientes ainda estão receosos de usar transportes públicos e particulares, como Uber, 99, entre outros.

Com tudo isso, motoristas que antes faturavam R$ 280 por dia, hoje não conseguem faturar mais do que R$ 80, o que acaba por comprometer totalmente o orçamento daqueles que precisam pagar o aluguel do carro, manutenções e ainda precisam reservar dinheiro para sustentar suas famílias.

Quando isso vai voltar ao normal? Não sabemos, mas talvez seja necessário que os governos flexibilize suas quarentenas e, sobretudo, crie grandes campanhas de conscientização para ajudar a população diminuir a velocidade de contágio, pois de um jeito ou de outro precisamos aprender a conviver com esse vírus enquanto não surge uma vacina totalmente eficaz contra ele.


Sobre esta noticia

Autor:
Lucas Monteiro (3 noticias)
Visitas:
147
Tipo:
Opinión
Licencia:
Distribución gratuita
¿Problemas con esta noticia?
×
Denunciar esta noticia por

Denunciar

Comentarios

Aún no hay comentarios en esta noticia.